Considerada uma das melhores cachaças do Brasil, a artesanal cachaça Vale Verde é produzida no alambique do Parque Ecológico, localizado em Betim, a 42 km da capital. No local, considerado um dos melhores empreendimentos turísticos para se visitar no entorno de Belo Horizonte, o visitante pode acompanhar de perto todo o processo de produção da cachaça, desde a colheita até o momento de engarrafar a bebida.
A Vale Verde foi premiada pela terceira vez consecutiva, na Revista Playboy de 2011 como a melhor cachaça extra premium do Brasil, e pelo Prêmio Cachaça Masters 2010, da revista inglesa The Spirit Business, sendo medalhista de ouro nas categorias envelhecida, com a Vale Verde Extra Premium, e não envelhecida, com a Minha Deusa. Além disso a Vale Verde conta aindo com os produtos: Licor do Mestre, Gelatina de Cachaça, Vale Verde Edição Presente e vale Verde 12 Anos. PARA CONHECER MAIS SOBRE OS NOSSO PRODUTOS VISITE O NOSSO SITE.


Visite nosso site: www.cachacavaleverde.com.br

TERÇA, 26 DE AGOSTO DE 2014

A cachaça Minha Deusa e uma história para contar

A cachaça não é apenas uma bebida, é um símbolo nacional que faz parte da memória e da cultura do Brasil. Por falar em memória, às histórias que envolvem a cachaça são muitas e relembrar é sempre uma forma de conhecimento e aprendizado.  Nesse clima de conhecer um pouco mais sobre a história das coisas, hoje vamos descobrir as lembranças de cachaça branca que conquista corações.
 
A Minha Deusa foi a primeira cachaça a ser fabricada no Alambique Vale Verde e mesmo com o tempo, cerca de 20 anos, está em seu grande momento e ousamos dizer, está cada vez mais gostosa essa branquinha. Essa cachaça nasceu conquistando corações, inicialmente era produzida apenas para os amigos do fundador das cachaças Vale Verde, Luiz Otávio Pôssas Gonçalves, mas logo começou a chamar atenção. Minha Deusa se tornou uma paixão dos apreciadores de cachaça.
 
O tempo passou e o processo de produção da bebida foi aperfeiçoado. O conteúdo da Minha Deusa não é envelhecido, mas passa seis meses descansando em tonéis de grápia, uma madeira neutra que não interfere no aroma e nem sabor da cachaça.
 
O nome Minha Deusa é uma inspiração e uma homenagem à esposa de Luiz Otávio Pôssas Gonçalves, Teresa Recoder, que ilustra o rótulo da cachaça com um desenho feito com bico de pena. As orquídeas, outra paixão de Luiz Otávio, também estão estampadas no rótulo cachaça.
 
A Minha Deusa perfeita, reúne em um único objeto um amor, as orquídeas e a cachaça. São três belas paixões e uma bebida que você precisa experimentar, quem sabe ela também não se torna um estímulo e lhe dá boas histórias para contar.

 
©2012 CACHAÇA VALE VERDE. Todos os direitos reservados.